Parceria do QIR dá as boas-vindas à Somália na sua qualidade de 50.º país beneficiário

GENEBRA - A República Federal da Somália tornou-se no 50.º país a aderir ao Quadro Integrado Reforçado (QIR), o único programa da Ajuda ao Comércio inteiramente dedicado aos PMA e aos países que abandonaram recentemente este estatuto.

“O envolvimento com o QIR proporcionará uma oportunidade única para integrar o comércio no ‘Novo Pacto’ (‘New Deal Compact’) para 2014-2016. Permitir-nos-á mobilizar as melhores energias do nosso país, mostrar ao mundo que a Somália está a recuperar das suas feridas e que está a tornar-se num local atrativo para as empresas”, declarou Sua Excelência, o Sr. Adan Mohamed Noor, Ministro do Comércio e da Indústria da Somália.

“O Conselho do QIR aprovou por unanimidade a admissão da Somália no âmbito dos esforços internacionais mais vastos de apoio ao caminho em direção à recuperação do país. Estamos particularmente satisfeitos com este facto, já que, tal como assistimos em muitas outras situações pós-conflito onde o QIR trabalha, o comércio possui um enorme potencial para retirar rapidamente pessoas da pobreza e da instabilidade através da criação de empregos e de rendimentos”, declarou o Embaixador Minelik Alemu Getahun, Presidente do Conselho do QIR. Este elogiou também Sua Excelência, o Sr. Yusuf Mohamed Ismail, Representante Permanente da Somália em Genebra, pela sua defesa da adesão da Somália ao QIR.

 O QIR funciona já em 33 países que constam do Relatório sobre os Estados Frágeis da OCDE de 2014, mediante o qual fundos do QIR estão a ser utilizados para apoiar diversos projetos, desde o apoio às instituições comerciais e desenvolvimento de capacidades até à criação de capacidades produtivas e de exportação em áreas específicas, como o setor agroalimentar, os serviços e o turismo.

O programa arrancará oficialmente através do patrocínio de uma visita introdutória a Genebra por parte de responsáveis comerciais do Governo Federal da Somália mais para o fim do ano e da organização de um workshop em Mogadishu, que visa familiarizar as partes interessadas dos setores público e privado com os objetivos, a abordagem e as modalidades do programa.

KEYWORDS: fragile states